Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Super Coach do Cocó

O karma de (con)viver com Doenças Inflamatórias do Intestino.

Super Coach do Cocó

O karma de (con)viver com Doenças Inflamatórias do Intestino.

18.Mai.22

Uma DII não escolhe idades

Episodio 041.png

 

Doença é coisa de velhos, dizem...

Mas a sabedoria popular já não é o que era... e se há coisa que sabemos hoje em dia é que uma doença é das coisas mais democráticas que pode haver! Não olha a idade, sexo, credo, sexualidade, rendimento, ambições, planos de vida...

Mas o mesmo não se pode dizer de como a doença e o doente são encarados. É impossível, nos dias que correm, encarar uma DII de forma isolada, apenas como uma doença, sem ter em consideração toda a envolvente do paciente. A sua vida, as suas ambições, os seus planos, a sua idade, o seu trabalho... Ele nao é a doença... mas tem de viver com ela.

Mas a sociedade ainda não está preparada para entender que uma doença crónica não é uma sentença de incapacidade e, por isso, perpetua uma série de barreiras, reais e psicológicas, relativamente a portadores de doenças crónicas.

E é por essas pessoas, e por todas as que um dia venham a ser diagnosticadas com uma DII, que apelo a que te juntes a nós, no dia 19 de maio, em frente à Assembleia da República, dando a voz às Doenças Inflamatórias do Intestino.

Porque todos merecemos condições dignas para que possamos viver, como qualquer outro ser humano.

E parte de viver com a doença é saber como a manter sob controlo, por exemplo, usando o Diário do Cocó! Com ele podes registar os alimentos que mais agradam ao teu intestino, e aqueles que nem cheirá-los!

Podes comprar aqui a versão em papel, e aqui a versão digital!

Gostaste do que ouviste e queres apoiar este projeto? Podes fazê-lo oferecendo-me um rolinho de papel higiénico!!

Podes aprender um pouco mais lendo o meu livro, ou então visitando  o site da associação Crohn Colite Portugal.

Acompanha-me também no Instagram!

Disclaimer: Não sou médica nem tenho formação na área de saúde! Por isso, nada do que aqui ouvires poderá substituir o conselho de um especialista!

O conhecimento partilhado é fruto do meu gosto por ciência e saúde, e pelo desejo de saber mais e mais, aprendendo com quem sabe mais do que eu!