Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Super Coach do Cocó

O karma de (con)viver com Doenças Inflamatórias do Intestino.

Super Coach do Cocó

O karma de (con)viver com Doenças Inflamatórias do Intestino.

25.Jan.21

Se os nossos corpos pudessem falar?... || If our bodies could talk?...

Estavam dois cocós a saltar à corda e chegou uma

 

... provavelmente diriam o quão loucos somos ou quanta sorte temos. Certamente seria muito mais fácil para se fazer diagnósticos e tratamentos e sabe-se lá mais o quê. 

 

Na verdade, "Se os nossos corpos falassem" (If our bodies could talk) é uma tradução literal de um livro que li há uns tempos e sem sombra de dúvida que, para quem não se importa de ler em inglês, é um livro a considerar. Está escrito de uma clara, simples e divertida o que o torna de fácil compreensão. Mesmo em inglês. 

 

James Hamblin, é médico e dedica-se a comunicação, sobretudo desmistificar e pôr por miúdos o que se passa no mundo da medicina. Este livro divide-se em partes seguindo o moto "manter o corpo a funcionar": desde as partes superficiais a comer, beber, sexo, e até morrer. Alguns exemplos das questões que o livro aborda e que são interessantes, mesmo para quem tem uma doença inflamatória do intestino: 

- Posso reforçar o meu sistema imunitário?

- Como funcionam as vacinas? 

- Colonoscopia: é isto o melhor que conseguimos fazer?

- Porque que é que as pessoas são intolerantes à lactose?

- Porque é que não há uma cura para uma constipação?

- O que acontece ao meu corpo quando morro?

 

O livro está à venda em Portugal Wook, infelizmente, apenas em inglês e em formato ebook. Espero que uma tradução para português aconteça rapidamente, porque é um livro que de facto vale a pena ler. Sobretudo numa época, em que tanta gente se licencia na Universidade Google e se acha o a última bolacha do pacote para prescrever tratamentos. Sem sombra de dúvida que um paciente informado, ajuda a si próprio e ao médico que o segue, mas é preciso ter cuidado com as fontes onde se obtém informação. Este livro, é um bom começo para separar trigo do jóio!

 

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

... would probably say how crazy we are or how lucky we are. It would certainly be much easier to make diagnoses and treatments and who knows what else.

 

In fact, "If our bodies could talk" is a book I read some time ago and without a doubt that it's a book to consider. The book has a clear, fun and straightforward way, making it easy to understand, even in English.

 

James Hamblin is a doctor dedicated to communication to demystify and put into practice what is going on in the world of medicine. "If our bodies could talk" has different parts following the motto "keep the body running": from the superficial aspects to eating, drinking, sex, and even dying. Some interesting examples of what the book addresses, even for those who have an inflammatory bowel disease:

- Can I boost my immune system?

- How do vaccines work?

- Colonoscopy: is this the best we can do?

- Why are people lactose intolerant?

- Why is there no cure for a cold?

- What happens to my body when I die?

 

You can buy "If our bodies could talk" in Book Depository and get it delivered at your place. When so many people graduate from Google University and find themselves the last cookie in the package to prescribe treatments, this is essential reading. There is no doubt that an informed patient helps himself and the doctor who follows him, but one needs to pay attention to the sources where one obtains information. This book is a good start for separating the wheat from the chaff!

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.